Cadastro da produção intelectual FMVZ: como funciona?

O Setor de Tratamento da Informação da Biblioteca é responsável pela captação, catalogação e preservação de toda a produção intelectual dos docentes e técnicos especializados da Faculdade.

Recebemos semanalmente notificações de diversas bases de dados (Web of Science, Scopus e PubMed) com as publicações recentemente indexadas, inclusive os trabalhos In press, que são disponibilizados online, porém ainda não publicados em seus fascículos.

Todos os trabalhos recebidos pela Biblioteca, são analisados e indexados no banco de dados bibliográfico Dedalus (sistema alimentado por todas as bibliotecas da Universidade), que armazena toda produção intelectual da USP. O cadastramento no Dedalus segue politicas estabelecidas pelo SIBiUSP para todas as Unidades, como por exemplo, quais tipos de trabalhos podem ser cadastrados. Para consultar os tipos de trabalhos, clique aqui.

A Biblioteca mantém ainda um arquivo digital (em formato PDF pesquisável) com toda a produção científica da FMVZ para consulta e preservação. Contudo, como nem toda a produção intelectual da Faculdade é indexada nestas bases, é de primordial importância a comunicação direta com os docentes e técnicos especializados, para que eles nos comuniquem ou enviem o arquivos (em formato *.pdf, quando disponível) de: artigos científicos e de divulgação, trabalhos apresentados em eventos, livros e capítulos de livros, para o e-mail da biblioteca bibfmvz@usp.br.

Com uma base de dados atualizada e completa, divulgamos e disponibilizamos conteúdos e dados relevantes para estudantes e pesquisadores. Também preservamos todo o conhecimento gerado pela FMVZ e tornamos possível a emissão de relatórios de publicações para os docentes e seus departamentos, gerando indicadores para tomadas de decisão em processos como avaliação de produtividade, obtenção de prêmios científicos, progressões da carreira docente, entre outros.

Acesse o  banco de dados bibliográfico Dedalus: dedalus.usp.br